Velocímetros – quando o travamento da agulha pode retratar a velocidade de colisão

Emerson Lopes dos Reis

Resumo


Estudo do travamento do ponteiro do velocímetro de veículos decorrente de colisões frontais, uma análise da validade de se atribuir como indicação da velocidade de colisão a partir do travamento da agulha em alguma posição da escala do velocímetro. Para embasar o estudo foi feita uma revisão bibliográfica na literatura internacional que trata do assunto, visando suprir inclusive uma deficiência na literatura brasileira especializada em acidente de trânsito que é extremamente carente desse tema. Também apresentamos como complementação e verificação da teoria, resultado de testes práticos realizados em laboratório de calibração do velocímetro a fim de demonstrar quais os casos em que o ponteiro trava para os vários tipos de velocímetros existentes, bem como sua evolução ao longo dos tempos. Sugerimos uma análise pormenorizada do travamento do ponteiro nos casos em que o reconstrucionista de acidente de trânsito se deparar com esse fenômeno, entender quais são os principais aspectos envolvidos e os pré-requisitos mínimos que deverão ser observados para se descartar ou validar, como meio de prova da indicação da velocidade de colisão.


Palavras-chave


Velocímetro; Velocidade; Acidente de trânsito.

Texto completo:

PDF

Referências


H.P. Carvalho, A. Armigliato, L.L. Almeida, A.R. Correia, C.R. Musis. Análise probabilística de colisões veiculares pelo método de Monte Carlo. Rev. Bras. Crimin. 5(1), 46-50, 2016.

Resolução nº 509, de 27 de Novembro de 2014. Disponível no sítio eletrônico http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/Resolucao5092014.pdf. Acesso em 26 de outubro de 2016.

C.A. Andrade, J.L. Farias, J.A. Gomes. Speed determination at the accident scene: needle slap effect. Rev. Bras. Crimin. 4(2), 7-18, 2015.

W. Harris. How Speedometers Work. Retirado em 10/02/2016, de http://www.howstuffworks.com/Car-Driving-Safety/Safety-RegulatoryDevices/Speedometer.htm.

W. Toresan Junior. O Registro permanente do ponteiro do velocímetro de veículos automotores, após um evento de colisão, utilizado como elemento para perícia em acidente de trânsito. Revista do Instituto Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul, 2007.

F.G. Brites, V.P.A. Santos. Motor de passo. Pet Tele Universidade Federal Fluminense. Niterói/RJ, 2008.

http://www.feis.unesp.br/Home/departamentos/engenhariaeletrica/aula3-motor-de-passo-2013-1-13-03-2013-final.pdf.

A. Kuranowski. Reliable determination of impact velocity on the basis of indications of the speedometer stopped after The collision, Proceedings of the 6th International Scientific Conference TRANSBALTICA, 2009.

R. T. Anderson. Post collision speedometer readings and vehicle impact speeds. Collision Magazine: The International Compendium for Crash Research 5(2), 32-41, 2010.

S.G. Shelby. Delta-V as a measure of traffic conflict severity. 3rd International Conference on Road Safety and Simulati. September 14-16, Indianapolis, USA, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.15260/rbc.v5i3.130

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.