A perícia criminal: evidências, profissional perito e nulidade pericial – uma revisão literária

Davi Sala

Resumo


Este artigo de revisão tem como objetivo buscar estudos que exemplificassem ou descrevessem métodos de avaliação de locais de delito, com a finalidade de preservação de evidências quanto à métodos e técnicas de investigação, profissionais peritos e suas competências, acreditação de laboratórios e a nulidade pericial como agravante por falta de investimento das organizações governamentais e por capacitação técnica dentro da ciência forense.

Palavras-chave


Evidências; Locais de delito; Perito criminal; Nulidade jurídica.

Texto completo:

PDF

Referências


D.B. Koch; M.F. Tandalo; C.F.S.C.B. Silva. Nulidades da prova pericial pela inobservância de procedimentos técnico-científicos. Caçador 5(2), 102-113, 2016.

A.J. Bertino et al, Forensic Science, Fundamental & Investigation, 1ed. Scotia NY (USA) 2012.

R.M. Morgan. Conceptualizing forensic Science and forensic reconstruction. Part 1: A conceptual model. Science & Justice 57(6), 455-459, 2017.

TORNAGHI, Hélio. Instituições de Processo Penal. Vol. IV, 2ª ed., são Paulo, Saraiva, 1978.

ESPINDULA, Alberti. Perícia Criminal e Civil: uma visão geral para peritos e usuários da perícia. 2ed. São Paulo: Millenium, 2006.

BRASIL. Lei n. 12.030, de 17 de setembro. de 2009. Dispõe sobre as perícias oficiais e dá outras providências, Brasília, DF, setembro 2009.

M. Polanyi. The Tacit Dimension Anchor Books, New York, 1967.

Lam. Tacit knowledge, organizational learning, and Societal Institutions: An integrated framework. Organ.




DOI: http://dx.doi.org/10.15260/rbc.v7i3.262

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.